Meditação na Praia

A ultima vez em que meditei na praia, ouvindo a arrebentação das ondas contra as areias, eu tive uma experiência especial.

Eu me vi sentado ali na areia, com as pernas cruzadas e a coluna vertebral ereta. Comecei a sentir a areia, e ir aumentando essa sensação pouco a pouco, expandindo-a para muito além da região próxima a mim. Comecei a sentir as águas do oceano a se arrebentarem contra mim. Comecei a sentir a orla da praia como um todo, e toda aquela água, daquele imenso oceano, massageando-me suavemente naquele dia de sol. Eu senti também o vento que soprava e me secava um pouco, para logo em seguida vir outra onda e molhar-me novamente.

Comecei a adentrar o mar, indo em direção às regiões mais profundas. Tive uma sensação de imensidão e de suavidade, e um grande respeito tomou conta de mim: aquele oceano era um único oceano, na verdade: aquelas águas banhavam 2/3 do planeta, passeando por todos os seus recônditos, indo e voltando. Essas águas que eu sentia, próximas àquela praia, fizeram-me sentir uma presença muito forte, das profundezas do oceano calmo; era como uma mãe, uma Grande Mãe da Vida, doadora, mantenedora e sustentadora da Biosfera. Senti gratidão por ter tido aquela sensação profunda e pacífica dessa mãe gigantesca, boa e sábia. Eu era a areia, e era como se essas areias fossem minhas mãos: eu “sentia” e “tocava” o oceano com minhas mãos enormes. Essa espécie de comunhão homem-natureza terminou com um agradecimento, e com um recolhimento desses meus braços imensos. Quando abri os olhos, estava mais calmo e pacífico que nunca.

Olhei de novo para o mar, e agradeci novamente: os rios, lagos, e oceanos, que me concedem a água, ajudam-me a viver a cada momento!

Em seguida, observei o céu, e tive a mesma sensação: o céu entrava pelos meus pulmões e saía. O céu, que me concede o ar, ajuda-me a viver a cada momento!

Esfreguei meus pés na areia. A areia, a terra, que permeia todo este planeta e me concede um lar para viver e o alimento para me nutrir, ajuda-me a viver a cada momento!

Senti os raios do Sol aquecendo minha pele. Mesmo tão distante, a estrela do nosso sistema planetário brilhava e queimava forte com seus raios de luz e calor. O fogo, que concede energia a mim e a tudo o que há nesse planeta, ajuda-me a viver a cada momento!

Tudo ao meu redor me ajuda a viver a cada momento!

E todas essas forças e esses elementos se organizam e se espalham por caminhos e meios muito bem definidos e ordenados, a cada momento, fazendo funcionar tudo o que conhecemos com uma sincronia e uma harmonia que escapam ao alcance dos sentidos.

“Observe o desabrochar de uma flor e você terá observado o nascimento de uma galáxia”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: