Pequena

Eu, como homem, vivi.
Andei, comi, dormi.
Caminhei sobre a terra
Nadei nos mares
Voei pelos céus
De tudo vi, ouvi, senti.

A rosa que desabrocha ao relento
Espalha seu perfume ao vento
Procurando, esperançosa
Por seu amor, através dos bosques e colinas,
Aquele que a torna mais feminina.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: