O Guerreiro Solitário

Ele olhou para o horizonte, e pensou em tudo o que havia acontecido. Tantas batalhas, tantas pessoas, tantas coisas…. que já nao faziam parte dele. Lá estava ele, sozinho, contemplando o pôr do Sol. Tons de amarelo e vermelho nas nuvens mais altas, a brisa soprando de leve no seu rosto. A grama e as árvores acompanhando o vento, naquele último suspiro da tarde… faziam vir tantos pensamentos. Ele queria ser o vento, para poder ser livre. Tocar os céus, passar entre as árvores, sentir os últimos raios de Sol. Ele queria ser a própria terra sob seus pés, para sentir o murmúrio das pessoas, seus passos, o caminhar dos animais silvestres. Sentir o rio correndo em seu leito, célere, frio e límpido.

Refletindo para si mesmo, ele pensa como o mundo parece algo simples, pacífico e tranquilo, ao olhar para esse final de tarde. Ah, se tudo fosse simples… se todas as batalhas que tivesse travado tivessem sido diferentes… tantas perdas. Pessoas queridas nunca mais iria ver. Ferimentos quase mortais, agora cicatrizes profundas de recordação. A imagem da morte, da desolação e da selvageria. As consequências de tudo foram avassaladoras. Tudo isso estava marcado dentro dele, fazendo parte dele, como se fosse seu próprio corpo. Ele não sabia o que fazer para esquecer, para ser o que era antes. Não, não era possível, pois ele já não era o mesmo.

Nunca mais ele enxergaria a vida da mesma forma. Quando grandes fatos ocorrem na vida de um homem, ele se altera. Cria barreiras defensivas dentro de si. Amadurece, aprende e se prepara. A experiência endurece o homem, faz dele rocha resistente, amplia sua visão da vida, faz dele um caçador, um explorador, um sábio.

Subitamente, um sentimento de compreensão tomou conta de seu coração. Ele percebeu, sentiu, o que deveria fazer. Ele nunca havia sentido nada assim antes. Era como se tivessem aceso uma luz intensa na sua cabeça, iluminando seu caminho. Naquele momento, entendeu o passado e o presente, e sabia o que fazer a seguir. Ele reuniu todas as forças que conseguiu, toda a coragem e ousadia. Pegou sua espada e partiu, decidido, ao encontro de seu destino.

(publicado em 5 de março de 2008 às 17:43 no blog tiagomaisum.wordpress.com)

Se junte à conversa

14 comentários

  1. hmmmm legal o texto e pah, parece aqueles escritores filosofos e tals hahaha
    mas nao cheguei a nenhuma conclusao hehehehe
    aproveitando o gancho qdo eu reflito sobre o q jah fiz neste curto percurso da minha vida tenho vontade d voltar a minha infancia onde a vida nao me cobrava nada e eu era livre em todos os sentidos =)

    Curtir

  2. Reli, pq eu num tinha entendido, ou num quis ter entendido antes, agora minha mente refletiu melhor… Faz todo sentido cara, muito bom o texto realmente.
    Oq nos resta é pegar essa espada e lutar, batalhas sempre serão travadas em nossa vida, basta estarmos preparados para elas e para isso é sempre bom relembrar do que passou para q os mesmos erros nao sejam repetidos e que uma nova vida comece sem a necessidade de se ferir ou ferir ao "inimigo" durante essa batalha. E mais, nao regredir… e sim, progredir!
    Flws

    Curtir

  3. nascido guerreiro,sendo um ex-membro dum gang , um praticante de artes marciais ,tendo perdido familia e melhores amigos as maos d outros gangues eu compreendo 1000% o k dizes.resumiste mt da minha vida num belo poema.so me falta agarrar a espada espiritual e encontrar o meu significado neste mundo.–um lutador enfrenta e vence as suas proprias lutas,mas o verdadeiro guerreiro é aquele k descobre a luta do mundo e se une a todos os homens bons k viveram antes dele e k lutaram pelo mundo,k vivem no tempo dele e guerreiam para trazer a luz,e k viverao depois dele e herdarao a sua luta interminavel .continua forte meu amigo.

    @Tiago: obrigado pela força.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: